[2021] Dor de cabeça constante: 12 dúvidas respondidas por neurocirurgião

4.4
(114)

A dor de cabeça é um problema comum, que afeta milhões de pessoas. Além da dor, ela também pode causar desconforto e aumentar o estresse. 

Poucas coisas são mais frustrantes do que não saber porque você tem dores na cabeça constantemente ou qual tratamento funciona melhor para seu tipo específico de dor.

Para lidar com isso, aqui vai uma lista com 12 dúvidas respondidas por um neurocirurgião.

Eu tenho certeza que você já sentiu dor de cabeça em algum momento da sua vida. Aliás, cerca de 96% das pessoas experimentam pelo menos um episódio de dor de cabeça constante ao longo da vida.

Imagine como seria sua vida sem sofrer de dores de cabeça sem precisar faltar no trabalho, sem ter que se trancar em um quarto escuro, sem ter que viver tomando remédios ou faltando nos eventos familiares.

Imagine poder estudar normalmente e ter qualidade de vida!

Eu sou o Dr. Francinaldo Gomes, neurocirurgião, especialista em neurocirurgia funcional e epilepsia.

Se você sofre de dores de cabeça constantes e deseja se livrar delas ou mesmo se você deseja ajudar alguém que sofre deste mal, leia este artigo até o final e aprenda a como se livrar da sua dor de cabeça e ter mais qualidade de vida.

Não são raras as pessoas que buscam atendimento médico por conta da dor de cabeça constante. Este tipo de dor de cabeça é uma das principais causas de idas ao clínico geral e a principal causa de ida ao neurologista.

Ela pode acometer determinada região da cabeça ou pode mesmo abranger toda a cabeça. Em algumas pessoas a dor de cabeça pode ser intermitente ou seja ocorrer em forma de episódios, ou pode ser constante e ocorrer o tempo todo.

Algumas pessoas além de se queixarem de dor de cabeça apresentam também tontura, dificuldade para dormir, falta de ânimo, irritabilidade e queda na produtividade. Tais sintomas costumam interferir negativamente na vida dessas pessoas.

O tratamento é feito com remédios e terapias complementares. Entretanto, em algumas pessoas, existe a necessidade de tratamentos alternativos.

O que é a dor de cabeça constante?

Dor de cabeça é definida como qualquer incômodo na região do crânio ou seja na testa, nas têmporas e até na parte de trás da nuca.

Qualquer sensação dolorosa nessa parte do seu corpo é considerada dor de cabeça.

Quais são os tipos de dores de cabeça ?

dor de cabeça constante

Classicamente a dor de cabeça é dividida em: primária e secundária.

As principais dores de cabeça primárias são: a enxaqueca também conhecida como migrânea e a cefaléia tensional.

O que caracteriza as dores de cabeça primárias é que não se encontram uma causa específica para elas. Mas é possível identificar uma série de fatores que se juntam a uma susceptibilidade genética e fazem surgir ou até mesmo perpetuar a dor.

Para esses tipos de dores existem fatores desencadeantes como por exemplo: cansaço, estresse físico e emocional, privação do sono, jejum prolongado, alterações hormonais, variações climáticas como extremos entre frio e calor, bem como ambientes com ar-condicionado e o consumo de álcool.

A enxaqueca costuma ocorrer de um lado da cabeça, costuma ser pulsátil e acompanhada de enjoo, tontura, vômitos, alteração na visão, sensibilidade à luz e som.

Já a cefaléia tensional, costuma ocorrer nos dois lados da cabeça e muitas vezes na parte de trás da cabeça, não é pulsátil e não tem os outros sinais que acompanham a enxaqueca, por exemplo.

Dores de cabeça primárias são mais comuns em mulheres e costumam ter o componente hereditário.

Algumas dores de cabeça constantes  podem vir acompanhadas de tontura.

Em geral as dores de cabeça se manifestam como episódios, ou seja elas vêm e vão, mas conforme o tempo passa e o tratamento correto não é feito elas podem se tornar constantes e não responderem mais ao uso dos remédios.

Neste caso dizemos que a dor de cabeça se transformou numa cefaleia crônica diária. 

Como é feito o diagnóstico das dores de cabeça

O diagnóstico é feito pelo médico e é baseado na descrição dos sinais e sintomas, nos sinais de alerta e também quando necessário, nos exames de imagem como: tomografia computadorizada e ressonância magnética de crânio.

Em alguns pacientes pode haver a necessidade de colher líquido da espinha para o diagnóstico.

Os principais alertas para dores de cabeça

Existem sinais de alerta que podem indicar uma causa, inclusive situações de gravidade para as dores de cabeça constantes.

São eles:

  • dores de cabeça que começam abruptamente.
  • dores de cabeça nunca sentidas antes.
  • dores de cabeça acompanhadas de perda de consciência, perda de força ou mesmo de sensibilidade em algum local do corpo.
  • dores de cabeça que não melhoram com remédios.

A seguir abordaremos algumas das áreas mais recorrentes em que a dor de cabeça constante atua.

Dor de cabeça constante na nuca

São acompanhadas de dores no pescoço e em alguns casos pode haver febre.

Na maioria dos casos, não são um problema grave e geralmente ocorrem devido a tensão provocada por ansiedade ou o estresse do dia a dia

Dor de cabeça constante na testa

Existem algumas possibilidades mais comuns para este tipo de dor ocorrer, e como em qualquer outra área, recomendo um diagnóstico para obter informações mais detalhadas.

A dor de cabeça constante na teste pode ser causada por:

  • Dor de cabeça tensional

Ocorrendo por diversos fatores como: ficar muito tempo sem dormir, má alimentação ou praticar exercícios físicos por longo período.

  • Sinusite

Muitas pessoas que sofrem com isto, geralmente podem sofrer de dor de cabeça constante na testa.

Devido à inflamação dos seios da face, que ocorre na sinusite.

  • Arterite temporal

Causando inflamação das artérias temporais que transportam o sangue para o couro cabeludo.

As dores podem ser sentidas principalmente na região da têmpora e podem cursar com alterações ou mesmo perda visual.

  • Pressão alta

Causada por estresse, cansaço ou não ter tomado os anti- hipertensivos. A falta de controle adequado da pressão arterial é uma causa frequente de dor de cabeça.

E assim, as dores de cabeça constantes na testa podem ser sentidas como uma sensação de peso ou pressão.

Dor de cabeça constante e dor nos olhos

Pode ser causada por uso inadequado ou inadaptação dos olhos às lentes de contato ou aos óculos, cansaço, exposição às luzes UV de computadores, smartphones, tablets, entre outros aparelhos eletrônicos.

Ou por existir alguma doença mais séria aos olhos como a miopia, o astigmatismo, a hipermetropia e presbiopia, caso não sejam tratadas adequadamente.

Recomendo procurar um oftalmologista, para um diagnóstico completo e detalhado.

Dor de cabeça constante lado direito

Como dito anteriormente, se você sente uma dor pulsátil, acompanhada de enjoo, tontura, vômitos, alteração na visão, sensibilidade à luz e som, há grande chance de ser enxaqueca.

Dor de cabeça constante lado esquerdo

Assim como explicado anteriormente, pode ser enxaqueca ou cefaléia em salvas, que também pode afetar somente um lado da cabeça.

Esta é uma dor muito forte e o seu surgimento é em picos.

Se não for tratada devidamente, pode durar de 15 minutos até 3 horas , podendo causar outros sintomas.

Dor de cabeça constante e enjoo

Esteja atento no caso de sua dor de cabeça constante estar fraca ou forte.

Dependendo do nível, procure por um médico, para que seja realizado um diagnóstico e qual o tratamento necessário.

Pois se sua dor de cabeça constate está acompanhada de enjoo, existe a probabilidade de ser enxaqueca, porém existem outras doenças em que isso ocorre.

Os principais fatores desencadeantes das dores de cabeça constantes são o estresse físico e mental, jejum prolongado, atividade física excessiva, perda de sono e consumo de determinados tipos de alimentos.

Como é feito o tratamento das dores de cabeça?

O tratamento deve ser feito após orientação médica.

Embora grande parte das pessoas recorram a automedicação, esta atitude pode fazer com que as dores de cabeça deixem de ocorrer esporadicamente e passem a ocorrer constantemente, sendo necessário o uso de quantidades cada vez maiores de analgésicos para controlar a dor, até o ponto em que eles deixam de fazer efeito.

Outro aspecto do tratamento é que você não deve esperar resultados imediatos. Isto porque as alterações neurológicas que levam a sensibilização e a perpetuação da dor de cabeça demoram anos para se estabelecer e não desaparecem de uma hora para outra.

Podem ser necessários meses ou até mesmo anos para você obter o controle das dores. 

Por último, o tratamento envolve não somente o uso de medicamentos. Muitas pessoas acabam desenvolvendo a crença de que o uso de medicamentos irá resolver todos os problemas relacionados à dor de cabeça, mas eu lhes afirmo que esse não é o caso.

Para você obter o controle adequado da dor de cabeça e ficar livre dela, ganhando qualidade de vida, é necessário seguir o tripé que envolve o controle dos fatores desencadeantes, mudança no estilo de vida e os medicamentos que são prescritos pelo médico.

O tratamento deve ser direcionado para cada perfil de pessoa.

Quanto ao controle dos fatores desencadeantes é importante observar quais são os elementos do seu cotidiano que fazem a dor vir ou mesmo que pioram a dor e logicamente você deve evitá-los.

Com relação ao seu estilo de vida é preciso que você se alimente adequadamente, durma bem e pratique atividades físicas e atividades de relaxamento. Também é importante praticar medidas de controle do estresse, por exemplo yoga, pilates ou mesmo meditação.

Quando o tratamento convencional falha em controlar a dor.

Pode ser necessário uma avaliação médica mais profunda para avaliar a possibilidade de tratamentos alternativos, como por exemplo acupuntura, estimulação magnética transcraniana, ou mesmo o uso de derivados da cannabis, principalmente se você já está acostumado com uso de medicações e algumas dessas medicações que causam dependência, como por exemplo os opióides.

Conclusão

Para concluir se você sofre de dor de cabeça constante e deseja ter controle ou mesmo ficar livre delas precisará reorganizar seu estilo de vida, ser paciente e persistente e precisará de assistência médica especializada.

É perfeitamente possível conseguir sucesso no tratamento da dor de cabeça e assim você terá como recompensa uma vida mais prazerosa, mais feliz e mais produtiva.

Caso você tenha gostado do que aprendeu neste artigo. Compartilhe conosco suas dúvidas, suas histórias e experiências para lidar com as dores de cabeça.

Gostou? Nos ajude avaliando este artigo, por favor.

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 114

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

19 comentários em “[2021] Dor de cabeça constante: 12 dúvidas respondidas por neurocirurgião”

    • Oi Roberto.
      Ter informação correta é muito importante para que você consiga lidar adequadamente com os problemas.
      Continue conosco.
      Dr. Francinaldo

      Responder
  1. Informações de muita importância
    Gostei, tirei todas dúvidas

    Obrigada Dr Francinaldo Gomes 👏👏
    Já acordei com uma dor do lado esquerdo da cabeça, ainda não passou no momento, mas fiquei mais tranquila

    Responder
  2. Ótimo resumo trato ha anos com neurologista e nao descobrem minha dor de cabeça tomo remédio da pressão tomo carmazepina tomo topiramato tomo paracetamol e nada passa sofro muito 😥

    Responder
  3. Muito obrigada pelo esclarecimento. Minhas dores de cabeça são decorrentes de stress e ansiedade. Mal do século. Mas já providenciando mudanças no estilo de vida.

    Responder
  4. Meu esposo tem sentido muita dor de cabeça do lado esquerdo parece que vai vir afuro.ja fomos 2 X noUpa passaram remediobora dor e um antibiótico dizendo ser sinusite não sabemos pois só foi avaliado e não fizeram exames e a dor não passa por isso procurei mais informação

    Responder
  5. Boa tarde Doutor
    Sofro com a dor de cabeça que afeta os meus olhos, principalmente o esquerdo.
    Já fui ao oftalmologista e não constatou nada, o que poderia ser?

    Responder
  6. Oi, doutor. Meu nome é Raphael e desde meados de setembro tenho convivido com uma dor de cabeça constante no lado esquerdo da cabeça. Nesse período, já fui a emergência hospitalar 3 vezes com uma dor de cabeça aguda. Tomei analgésicos como tramal e corticoides.

    Essas dores agudas deram uma cessada, porém, ainda sinto o lado esquerdo dolorido, como se tivesse algo inflamado – mas não tenho febre – ou, fazendo uma analogia, como se tivesse um fio desencapado que de vez em quando dá umas faíscas ou fisgadas, fora essa sensação de incômodo dolorido.

    Há pelo menos 3 anos já sentia umas fisgadas de duração de 1 segundo apenas que ocorriam com frequência esporádica, algumas vezes numa quinzena, talvez.

    Porém, a impressão que é que essas fisgadas foram aumentando a frequência.

    Em setembro, comecei a sentir essa dor mais aguda que se irradiava por todo lado esquerdo.

    Foi quando tomei esse medicamentos pra dor.

    Mas continuo sentido algo dolorido no lado esquerdo e dor quando pego peso moderado.

    Fiz duas tomografias. Ambas deram laudo normal.

    A neurologista me passou nortriptilina para prevenção e nartriptano para dor aguda se tiver.

    Mas não quis pedir uma ressonância.

    Acho fundamental esse exame, ressonância do cérebro e uma angioressonância, para ver qual a causa dessa dor e não ficar apenas num achismo, prescrevendo medicamentos sem saber exatamente a causa da dor.

    Tenho 31 anos e não tenho caso de aneurisma na família, mas estou com muito receio de ser dor por conta do um aneurisma ou por algo que a tomografia não detectou.

    Poderia me ajudar com alguma informação?

    Na sua opinião, o que poderia ser?

    De fato a ressonância seria fundamental, não é?

    Vou tentar novamente uma consulta no hospital dos servidores municipais de SP- sou servidor -pra ver se algum médico me encaminha pra ressonância para fazer na rede pública pois não tenho como pagar esses exames na rede particular.

    Responder
  7. Eu estou com uma forte dor de cabeça a três dias e tbm o rosto está inchado fui ao médico disse que era a sinusite……mas no msm dia tive dor no braço esquerdo e formigamento será que a dor eh realmente a sinusite????

    Responder
  8. Estou a 1 ano com muita dor de cabeça, ambos os lados, nuca, parte frontal, fiz RM, tomo é não há problemas, vários remédios e mesmo assim nada de melhora, pelo contrário, piora a cada dia, alguma orientação?? Obrigado

    Responder
  9. Oi eu gostei muito do que eu li são informações muitos valiosa eu sinto muita dor de cabeça frequentemente do lado esquerdo e direito ,tontura ,ânsia de vomito,e dor na testa,são dores de pico vem bem forte ai passa mas fica o tempo todo assim ate eu tomar um remédio que nem sempre passa

    Responder

Deixe um comentário