Tumor na medula espinhal tem cura? Como é o tratamento e diagnóstico?

4
(4)

Nesse artigo você vai aprender sobre o diagnóstico e tratamento de tumor na medula espinhal.

Eu sou o Dr. Francinaldo Gomes, neurocirurgião especialista em neuromodulação, epilepsia e cannabis medicinal.

Confira o vídeo completo “Tumor na medula espinhal: Sintomas e Tratamento” ou continue lendo o artigo abaixo.

Como é feito o diagnóstico do tumor na medula espinhal?

O diagnóstico é feito por exames de imagem, mais especificamente a ressonância magnética da coluna.

No entanto, vale ressaltar que o diagnóstico definitivo é feito apenas através da análise do tumor da medula espinhal após a sua remoção cirúrgica.

Em algumas pessoas, é necessário colher exames do líquido cefalorraquidiano e realizar exames laboratoriais para auxiliar no diagnóstico.

Como é feito o tratamento do tumor na medula espinhal?

Existem medicamentos que podem ser utilizados, como os corticoesteroides

Ainda, o tratamento também costuma ser feito por meio da cirurgia para remoção da lesão e para o diagnóstico, além de poder ser realizada a radioterapia na região do tumor e a quimioterapia.

Se os sintomas sugerem que o tumor na medula espinhal está comprimindo a medula espinhal, os medicamentos à base de corticoesteroides são imediatamente administrados em doses elevadas para reduzir o inchaço na medula espinhal (esses tumores são tratados o mais cedo possível, muitas vezes com cirurgia).

Vários tumores da medula espinhal e da coluna vertebral podem ser extraídos cirurgicamente. Em alguns casos, é feita também a radioterapia após a cirurgia.

Se os tumores não puderem ser removidos, pode ser realizada a radioterapia que ajuda a aliviar a pressão sobre a medula espinhal.

Outros tratamentos como a quimioterapia podem ser utilizados, dependendo do tipo de tumor.

Tumor na medula espinhal tem cura?

A recuperação normalmente depende da rapidez do início do tratamento e da extensão do dano que ocorreu na medula espinhal.

A extração de meningiomas, neurofibromas e outros tumores primários da medula espinhal pode resultar em cura.

Se um tumor tem fronteiras distintas e não se espalhou a partir de outras partes do organismo, sua remoção provoca sintomas em cerca de metade das pessoas.

Após o tratamento, a pessoa pode precisar de fisioterapia para fortalecer os músculos e ajudá-las a funcionar corretamente. 

Durante o curso do tratamento, é importante informar sempre ao médico ou procurar ajuda em emergências caso os sintomas piorem abruptamente, denotando uma determinada gravidade do problema.

Se você estiver atualmente em tratamento para qualquer tipo de câncer e tiver dores nas costas, informe imediatamente o seu médico. 

Também é importante informá-lo sobre qualquer dor nas costas que piore e não desaparece com o tempo ou melhora com os remédios.

Conclusão

Para concluir, os tumores da medula espinhal são frequentes, principalmente os tumores metastáticos e requerem diagnóstico e tratamento rápidos.

O tratamento costuma envolver a cirurgia, radioterapia e quimioterapia, conforme o tipo de tumor.

Os resultados e recuperação dependem da localização, do tipo e da agressividade do tumor na medula espinhal.

Leia mais sobre:
5 doenças neurológicas mais comuns.
Mal de Parkinson: O que é? Tratamentos e Sintomas (2022)

Não se esqueça de colocar em prática o que você aprendeu nesse texto, e compartilhá-lo para seus amigos e familiares.

E principalmente, compartilhe comigo nos comentários as suas dúvidas e experiências em lidar com a depressão.

tumor na medula espinhal

Gostou? Ajude-nos avaliando este artigo!

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário