Neurocirurgião Responde: Quais as causas da epilepsia?

3
(2)

Eu sou o Dr. Francinaldo Gomes, neurocirurgião especialista em neuromodulação, epilepsia e cannabis medicinal, e neste artigo irei esclarecer as suas dúvidas sobre Quais as causas da epilepsia?

Quais as causas da epilepsia?

A epilepsia tem diversas causas.
As principais causas da epilepsia são:

  • AVC (acidente vascular cerebral);
  • tumores cerebrais;
  • traumatismos cranianos;
  • nascimento prematuro;
  • anóxia neonatal (falta de oxigênio no cérebro durante o parto);
  • problemas de metabolismo desde o nascimento;
  • malformação congênita, como hidrocefalia;
  • traumas no parto.

Confira o artigo “[2023] Tipos de epilepsia: sintomas e crises específicas“.

Epilepsia piora outras doenças?

Em geral as epilepsias não costumam piorar outras doenças, exceto quando não tratadas adequadamente. Dentre as doenças que podem piorar estão a depressão, transtornos de ansiedade e distúrbios de memória e do sono.

Existem estudos mostrando que tanto doenças como a depressão e distúrbios do sono podem piorar a epilepsia quanto as epilepsias podem piorar estas doenças. Por isso é importante o acompanhamento médico multidisciplinar para obter o melhor controle destas doenças.

Alguns estudos mostraram que algumas condições psiquiátricas, como depressão e ansiedade, são mais comuns nos casos de epilepsia refratária em comparação com outros grupos. Aparentemente, a depressão também é um “fator de risco” para a doença e, sem dúvida, para o suicídio.

O risco de suicídio é mais elevado em pacientes epiléticos, sendo responsável por 5 a 10% de mortes, em comparação com 1,4% na população em geral. A epilepsia de novo início aumenta o risco, sobretudo em indivíduos com enfermidade psiquiátrica associada.

Epilepsia e transtornos alimentares

Para as pessoas com epilepsias como Síndrome de West e Síndrome de Lennox-Gastaut existe o tratamento por meio da dieta cetogênica, uma dieta específica que visa o controle das crises.

Alguns medicamentos antiepilépticos como o ácido valproico e os benzodiazepínicos podem aumentar o apetite, levando ao ganho de peso. Outros, como o topiramato, costumam reduzir o apetite, levando a perda de peso.

Para algumas pessoas o cannabidiol usado no tratamento da doença também podem aumentar o apetite.

Sintomas de epilepsia durante o sono

A epilepsia do sono é um tipo específico que ocorre durante o sono. Temos um vídeo no meu canal falando apenas sobre este tema. 

As epilepsias do lobo frontal costumam ser influenciadas pelo sono, sendo que as crises costumam ocorrer com maior frequência durante a noite e os espasmos musculares costumam ser percebidos pelo acompanhante.

Muitas vezes os sintomas podem passar despercebidos durante a noite. A pessoa acorda sentindo-se cansada ou mesmo fatigada, pode estar urinada e com dores no corpo e até mesmo com sinais de mordedura da língua.

Conclusão

As epilepsias são frequentes e costumam estar relacionadas a outros transtornos orgânicos e psiquiátricos. As pessoas com essa doença podem levar uma vida próximo do normal e tem algumas restrições no sentido de evitar a ocorrência de crises e também de evitar danos a si próprios e a terceiros.

Gostou? Ajude-nos avaliando este artigo!

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário