Neurocirurgião Explica os Sintomas da Epilepsia

5
(2)

Eu sou o Dr. Francinaldo Gomes, neurocirurgião especialista em neuromodulação, epilepsia e cannabis medicinal, e neste artigo irei falar sobre os sintomas da epilepsia.

Quais os Sintomas da Epilespia?

Indivíduos afetados pela epilepsia podem ter contrações musculares e movimentos involuntários bastante fortes. O ataque epiléptico – a conhecida crise convulsiva – pode causar perda de equilíbrio de forma severa, contratura dos músculos do corpo, produção excessiva de saliva e perda de consciência.

Acredita-se que fatores hereditários ocasionem a doença.

Porém, pancadas fortes na cabeça, abuso de substâncias ou malformações congênitas também podem engatilhar quadros do gênero.

Leia mais sobre Epilepsia no nosso artigo completo:
[2023] Tipos de epilepsia: sintomas e crises específicas

Sintomas de epilepsia durante o sono

A epilepsia do sono é um tipo específico que ocorre durante o sono. Temos um vídeo no meu canal falando apenas sobre este tema. 

As epilepsias do lobo frontal costumam ser influenciadas pelo sono, sendo que as crises costumam ocorrer com maior frequência durante a noite e os espasmos musculares costumam ser percebidos pelo acompanhante.

Muitas vezes os sintomas podem passar despercebidos durante a noite. A pessoa acorda sentindo-se cansada ou mesmo fatigada, pode estar urinada e com dores no corpo e até mesmo com sinais de mordedura da língua.

Veja nossa lives sobre tratamento da Epilepsias Refratárias:

Conclusão

As epilepsias são frequentes e costumam estar relacionadas a outros transtornos orgânicos e psiquiátricos. As pessoas com essa doença podem levar uma vida próximo do normal e tem algumas restrições no sentido de evitar a ocorrência de crises e também de evitar danos a si próprios e a terceiros.

Gostou? Ajude-nos avaliando este artigo!

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário