Cefaleia: Neurocirurgião explica tudo sobre a doença(2023).

5
(1)

Eu sou o Dr. Francinaldo Gomes, neurocirurgião especialista em neuromodulação, epilepsia e cannabis medicinal e neste artigo irei esclarecer as suas dúvidas.

Você vai saber o que é uma Cefaleia, como diferenciar uma Cefaleia comum de uma enxaqueca, quais são os tipos, sintomas e causas.

Vídeo completo sobre Cefaleia.

O que é Cefaleia?

É um termo médico utilizado para designar aquilo que conhecemos como dor de cabeça e essa é uma condição bastante comum, capaz de atingir pessoas nas mais diferentes faixas etárias.

A Cefaleia pode se apresentar somente como uma simples dor de cabeça, sem a presença de nenhum sinal adicional, ou também pode surgir com outros sintomas como náusea, sensibilidade à luz e ao cheiro, assim caracterizando uma enxaqueca.

Ela também pode surgir no conjunto de sintomas de outras doenças e condições médicas tanto relacionadas ao sistema nervoso central quanto doenças sistêmicas.

Desta forma acaba servindo como um alerta de que algo não está funcionando corretamente no corpo e por isso precisa ser verificado por um médico devidamente qualificado.

Leia mais sobre quando consultar um neurocirurgião?

A Cefaleia é um termo médico utilizado para designar aquilo que conhecemos como dor de cabeça e essa é uma condição bastante comum, capaz de atingir pessoas nas mais diferentes faixas etárias.
Cefaleia é uma doença comum.

Tipos de Cefaleia.

Quais são os tipos de Cefaleia?

Ao todo existem mais de 150 tipos diferentes de dores de cabeça que são classificados de acordo com a origem da dor. Listamos a seguir os principais tipos:

Cefaleia Tensional.

Também chamada de Cefaleia de Tensão, que é uma dor de cabeça que surge geralmente no final do dia e é o resultado de um processo de tensão, ou de estresse, muito grande.

Sem perceber quando estamos muito nervosos podemos tencionar de forma excessiva os músculos do pescoço, da nuca, da testa e da musculatura ao redor do crânio.

Resultando, então, em uma dor de cabeça que pode ter intensidade de leve a moderada e geralmente esse tipo de dor de cabeça faz com que a cabeça inteira fique doendo o que não costuma impedir que a pessoa continue com suas atividades diárias.

Cefaleia em Salvas

Essa dor de cabeça costuma atingir somente um lado da cabeça e ela vem em ondas pulsantes ao invés de ser uma dor constante na vida do paciente.

Sendo assim surge e desaparecem de repente e podem envolver até mesmo os olhos, causando uma queda de pálpebra ou até mesmo deixando o olho lacrimejante.

Cefaleia Cervicogênica

Nesse tipo de dor de cabeça a dor se origina no pescoço, geralmente como resultado de um processo relacionado à coluna vertebral.

É como se essa dor surgisse da nuca e fosse até a frente da cabeça ou atrás dos olhos. Ela pode ser agravada com certas posturas do pescoço ou se uma certa pressão for aplicada nele.

Ao todo existem mais de 150 tipos cefaleia.
Ao todo existem mais de 150 tipos diferentes de dores de cabeça.

Sintomas da Cefaleia.

Além da dor de cabeça, que é o sintoma clássico, também pode ocorrer sensibilidade à luz sensibilidade, aos sons e aos cheiros, irritabilidade, náuseas e vômitos, queda de pálpebra, sensação de lacrimejamento nos olhos, dor que fica mais intensa ao movimentar o corpo, insônia, alteração do humor e do nível de concentração.

Como saber se a pessoa tem uma enxaqueca ou uma dor de cabeça comum?

A Enxaqueca é uma das Cefaleias e a principal diferença entre a enxaqueca e a dor de cabeça comum é que a enxaqueca, de modo geral, vem acompanhada de outros sintomas.

Esses sintomas podem trazer bastante incômodo, normalmente são a sensibilidade à luz e ao cheiro.

Há relatos de pessoas com crise de enxaqueca que apresentam dor de cabeça de leve a moderada, sendo que o verdadeiro incômodo estava presente nos outros sintomas que caracterizam o quadro de enxaqueca e não na dor de cabeça em si.

Quais são os exames utilizados para confirmar um quadro de Cefaleia?


Dentre os exames para diagnóstico existem a tomografia computadorizada do crânio, a ressonância magnética, o eletroencefalograma e análise do líquido cefalorraquidiano.

Esses exames são realizados com a intenção de achar a causa da dor.

O diagnóstico de cefaleia irá dizer o tratamento para cefaleia conforme o tipo.
O diagnóstico irá dizer o tratamento para cefaleia conforme o tipo.

Como é feito o tratamento da Cefaleia

O tratamento vai depender diretamente do tipo da doença que a pessoa apresenta, por isso é importante o diagnóstico de cefaleia.

Em muitos casos, como os da Cefaleia de tensão, a pessoa precisa remediar aquilo que está servindo como gatilho para dor.

Para evitar ter dores de cabeça, existem medicamentos variados que podem auxiliar a diminuir a dor de cabeça e que devem ser administrados de acordo com o tipo de Cefaleia.

Além destes, existirem também tratamentos que aniquilam ela por completo. É o caso, por exemplo do bloqueio de alguns nervos feito na cabeça pela toxina botulínica, conhecida como botox.

Nessa modalidade de tratamento o sinal que informa o cérebro sobre a dor naquela parte do corpo não consegue chegar até o sistema nervoso central, assim permitindo que a pessoa viva a sua vida sem maiores problemas e sem sentir a dor de cabeça de qualquer forma.

Para encontrar a melhor forma de tratar da doença é preciso consultar o médico devidamente qualificado.

Considerações Finais

Para concluir as Cefaleias são condições patológicas comuns que impõe grandes restrições às pessoas que sofrem do problema. O tratamento dependerá da causa e pode ser curativo ou mesmo paliativo.

Gostou deste artigo? Deixe uma nota e comente alguma dúvida caso tenha!

Quer saber mais sobre as doenças neurológicas mais comuns?
Conheça as 5 doenças neurológicas mais comuns e como cada uma afeta o seu corpo
[2022] Dor no nervo ciático (Lombociatalgia)

Gostou? Ajude-nos avaliando este artigo!

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário