Neuralgia (ou nevralgia): O que é, sintomas, causas e tratamentos

5
(3)

Nesse artigo você vai aprender que é uma neuralgia, os seus sintomas, causas e muito mais!

Eu sou o Dr. Francinaldo Gomesneurocirurgião especialista em neuromodulação, epilepsia e cannabis medicinal, e neste artigo irei esclarecer as suas dúvidas sobre as neuralgias.

O que é neuralgia?

Neuralgia é uma dor excruciante, aguda, intensa e incessante que ocorre pelo acometimento de um ou mais nervos do nosso corpo. Uma das suas formas mais comuns é a neuralgia do trigêmeo, considerada uma das piores dores da vida.

Causas da neuralgia

As causas da doença são várias. Abaixo, citaremos algumas principais:

  • uma lesão direta nos nervos ou na coluna;
  • infecções como herpes, Lyme e HIV;
  • suprimento insuficiente de sangue para os nervos;
  • etilismo;
  • dor fantasma após uma amputação;
  • deficiência de vitamina B12 ou tiamina (vitamina B1);
  • compressão do nervo (como no túnel do carpo ou por tumores);
  • radiação, cirurgias e quimioterapia;
  • doenças crônicas como diabetes

Tipos de neuralgia

Neuralgia pós-herpética

Resulta do acometimento do nervo pelo Herpes Zoster, causando dor intensa e podendo acometer qualquer área do corpo, porém delimitada à área de inervação do tecido nervoso acometido. O Herpes Zoster, por sua vez, é ocasionado pelo vírus Varicela Zoster, o mesmo responsável pela catapora.

Esse vírus persiste por anos nos nervos da região inicialmente acometida, podendo ser reativado com a alteração da nossa imunidade, ocasionando um quadro de nevralgia agudo. Assim, a dor pode acontecer onde quer que tenha ocorrido também a infecção pelo Herpes Zoster, sendo a complicação mais comum do herpes e atingindo mais de 10% dos casos.

Neuralgia do trigêmeo

A nevralgia do trigêmeo (ou neuralgia do trigêmeo) é uma condição caracterizada por uma dor muito forte na região facial devido à disfunção de um dos nervos que transmitem as sensações até o sistema nervoso central. Muitas pessoas a descrevem como uma das piores dores que já sentiram na vida.

Geralmente, é uma dor tão característica que os médicos experientes conseguem fazer o diagnóstico sem a necessidade de exames. Nós temos um artigo completo explicando o que é neuralgia do trigêmeo em outro post, confira!

Neuralgia occipital

Esse tipo de neuralgia afeta a região posterior da cabeça (occipital), podendo ser a causa também de cefaleia. Ela é descrita como uma dor uni ou bilateral nessa região, tipo pontada ou choque, aguda, podendo se irradiar por todo o couro cabeludo.

Os episódios dolorosos podem se iniciar espontaneamente ou após gatilhos, como escovar os cabelos, exposição ao frio e movimentos bruscos da cabeça. Algumas pessoas podem relatar alteração sensitiva na região afetada pela dor, tanto de redução da sensibilidade, quanto de aumento, às vezes parecendo ficar “dolorido” onde se toca a pele.

Fatores de risco para nevralgia

Como dissemos anteriormente, existem vários tipos de neuralgia, sendo que cada um possui fatores de risco particulares. No entanto, considerando-se as principais citadas, separamos alguns fatores de risco em comum:

Neuralgia: O que é?

Tratamento da neuralgia

Agora que você já entendeu o que é essa doença, deve estar se perguntando como é feito o tratamento. É importante saber que não existe um medicamento específico para tratar-las, porém são utilizados grupos de remédios que atuam na modulação da dor e no nervo, ajudando no controle dos sintomas. Os principais grupos de medicamentos são:

  • Anticonvulsivantes;
  • Antidepressivos;
  • Analgésicos;
  • Cremes tópicos analgésicos

Lembre-se de que todo tratamento deve ser feito por um médico habilitado e o neurologista é o especialista para isso.

Diagnóstico da neuralgia

O diagnóstico é feito por meio dos sinais e sintomas e de exames complementares, como a tomografia computadorizada, a ressonância magnética, a eletroneuromiografia e exames gerais.

Prevenção da neuralgia

A prevenção da NPH está intimamente relacionada à prevenção do HZ. Medidas preventivas incluem a vacinação infantil contra o vírus da varicela-zoster, a imunização passiva contra a varicela (varicela-zoster imune globulin – VZIG) e vacinação contra o herpes-zoster para adultos.

Ficou com alguma dúvida sobre a doença? Deixe um comentário para que possamos te ajudar.

Gostou? Nos ajude avaliando este artigo, por favor.

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Leave a Comment