Síndrome de West: Sintomas e Crises

1
(2)

Entenda os sintomas da Síndrome de West neste artigo escrito pelo Doutor Francinaldo Gomes, neurocirurgião, especialista em neurocirurgia funcional e epilepsia.

Síndrome de West Sintomas

Quais são os sintomas da síndrome de west? Os principais sinais e sintomas da síndrome de West são a ocorrência dos espasmos musculares em crises esporádicas que se iniciam de forma súbita no tronco ou nos membros.

As contrações são rápidas e a intensidade delas podem variar de movimento sutil da cabeça até uma contração poderosa de todo o corpo.

Os espasmos podem ocorrer poucas vezes durante o dia, mas às vezes podem ser frequentes, chegando a centenas de vezes ao dia.

Muitas vezes os espasmos são acompanhados de gritos, risos ou choro, durante e após as crises pode também ocorrer perda de consciência e hipotonia.

Os espasmos podem vir acompanhados de choro, risos ou gritos.

Antes e após as crises os espasmos costumam ocorrer com maior frequência no início do sono ou despertar.

E muitas vezes os pais podem confundir os espasmos com susto,cólica ou com ato de se espreguiçar. 

Associado aos espasmos, a criança costuma desenvolver o retardo mental e alterações psíquicas também podem ocorrer.

Se ocorrer o caso da criança sentir dor de cabeça constante, recomendamos levar a um médico especializado, o mais rápido possível.

Síndrome de West Crises

As complicações da síndrome do West incluem os efeitos adversos das medicações, dentre eles: o acometimento do fígado, da audição, do pâncreas, ganho de peso, elevação da pressão arterial. 

A criança também pode apresentar sérias complicações respiratórias, devido aos espasmos frequentes, as deformidades, principalmente de membros superiores e inferiores e também pode ocorrer subluxação do quadril.

Conheça sobre outras doenças que afetam crianças:

banner sindrome de west 02

Gostou? Ajude-nos avaliando este artigo!

Clique nas estrelas

Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário